7 de fevereiro de 2008

Quanta pureza!

Somente em um coração infantil para existir tanta pureza. A inocência dessa imagem, me fez pensar como mudamos ao passar do tempo. Como o coração humano endurece com a idade. A inocência sede seu lugar a malícia. E o mundo que cerca o ser humano vai moldando-o e fazendo ser desconfiado de tudo, de todos... Abraçar uma estátua não é coisa para qualquer um, e sim somente para aqueles que não tem medo de ser feliz :)

3 comentários:

Clecia disse...

Oi, Raquel!Que surpresa boa ler um comentário seu no meu blog! :) E que bom saber que também está no mundo blogueiro! Gostei do seu blog! A imagem é mesmo belíssima! A inocência de uma criança é o que há de mais belo e mais puro nesse mundo, não é mesmo? Bjos e volte sempre!:)

Ana Katia disse...

Aiaiai...
Amei a foto!!!
Os anos passaram e, apesar de tudo de ruim e de bom que passei, não me vejo mais maldosa, ou maliciosa... A gente muda sim! Muito! Perdemos a pureza, a ingenuidade... mas não é por isso que temos de nos tornar pessoas más ou piores do que éramos... Meu coração tb não ficou endurecido... Eu choro assistindo novela, não posso ver ninguém chorando perto de mim que em vez de eu consolar, choro junto!!! (hahahaha) Penso que com os anos a gente vai aguentando mais os baques, isso é verdade... Pq tb não dá para ficar chorando cada vez que nosso time perde, né? (risos) A gente pode chorar na 1a. vez, na 2a., até na 3a.... mas chega uma hora que o negócio nem nos abala mais.
E olha eu me empolgando aqui... Aiaiaiaiai, te amuuuuuuuuuu!!!
Bjãooooooo...

Helô® disse...

Depois de tudo que passei, dei mais valor a vida, ando sorrindo mais, sentindo mais e posso dizer que assim... vivendo mais...
quero abraças estátuas tb!!!

:)